...E um pouco por mim, numa tentativa (quem sabe vã) de aliviar o sufoco que sinto por te amar.

23
Jul 09

 

 

 

Dizes que não és capaz de sentir nada e eu não tinha porque te contradizer. Afinal, também eu estou desprovida de sentimentos que não sejam por ti...

 

No entanto... se assim é...

Porque me fizeste sentir que sentias exactamente o mesmo que eu naqueles momentos? Porque carregaste todas as tuas palavras com sentimentos, nas conversas que tivemos e nas músicas que tu "inocentemente" me passaste?
Não digas que não sentiste, o teu corpo não deixou esconder e muito menos o teu olhar. Podias não querer e negá-lo, mas há coisas que são impossíveis de esconder! É mais ou menos o que acontece quando me tento esconder de ti com um sorriso...

O que andas a fazer com a S.? Se te apaixonaste como afirmaste, então porque a magoas? Não posso dizer o que sinto, mas para mim a verdade é outra... oxalá eu esteja enganada...

Não te escondas nem te tentes defender atrás da solidão em que te pões. Diz logo o que queres ou não queres, antes que pensem que até te estás a divertir com tudo isto...

 

 

 

Beijo de que te ama

publicado por Porque te amo... às 11:52
sinto-me...: C/certezas confusas
música: Stuck on you

16
Dez 08

Não vou falar sobre o passado hoje, vou falar sobre o presente.

 

Já quis apagar o teu endereço do msn, mas depois não saberia se ainda usas o computador...

Já quis apagar-te do hi5, mas depois não iria conseguir passar sem ver ao menos as tuas fotos... e tu bem vês as vezes que te "visito", não vês?

E se realmente quisesses já me tinhas impedido de o fazer, quer num lado ou no outro.

 

Não consigo esquecer-te nem deixar de sentir isto, recuso-me a fazê-lo, já to disse e ao menos isso sei que leste. O impacto que criou em ti não sei, provavelmente não foi nenhum, mas isso não me importa.

Fazes parte de mim... ainda assim mantens-te afastado... se soubesses a quantidade de vezes que já me apeteceu pegar no carro e ir ao teu bar! Mas na hora "h" falta-me a coragem... e também, o que é que eu ia lá fazer? Pois...

 

Não sabes a sorte que tens em seres amado desta forma... espero que no dia em que voltes a amar, sejas amado de volta por essa pessoa. Senão sofrerás o que eu sofro... e isso eu espero que nunca te aconteça, pois só te desejo bem! Custa muito saber que serás feliz com outra pessoa, mas quem te ama como eu só pode deixar o egoísmo de parte e desejar que sejas feliz seja com quem for.

 

O telefonema prometido ainda se mantém... se não atenderes ficarei muito triste, mas não será por isso que não o faço. Apenas ficarei com uma última lágrima por ti na face, entre tantas outras que correm...

 

Subsiste a pergunta se (ainda) lerás alguma coisa  do que escrevo, pois tu não me queres deixar saber. Estás no teu direito... e fico feliz por saber que pelo menos em tempos já leste.

 

Despeço-me hoje de ti com um verso de uma música da Sara Tavares:

Se eu beber dessa luz que apaga
A noite em mim,
E se um dia eu disser
Que já não quero estar aqui,
Na incerteza de saber
O que fazer, o que querer,
Mesmo sem nunca pensar,
Que um dia o vá expressar...
Não há outro que conhece
Tudo o que acontece em mim...!

 

publicado por Porque te amo... às 14:25
sinto-me...: Nostálgica, pensativa
música: Perdidamente - Sara Tavares e Nuno Guerreiro

Dezembro 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5

6
7
8
9
10
11
12

13
14
15
16
18
19

20
21
22
23
24
25
26

27
28
29
30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO