...E um pouco por mim, numa tentativa (quem sabe vã) de aliviar o sufoco que sinto por te amar.

13
Ago 08

"Amas o impossível, por esse impossível choras,

É impossível esquecer, esse impossível que amas..."

 

Amo quem não devo, amo quem nunca deixei de amar, amo-te tanto que não houve tempo, dor nem distância que apagasse este amor. Durante estes 10 anos de afastamento julguei que tinhas saído do meu coração, mas bastou ver-te para perceber 2 coisas: nada mudou e nunca mais amei ninguém...

publicado por Porque te amo... às 14:33
sinto-me...: Sozinha
tags:

Agosto 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2

3
4
5
6
7
8
9

10
11
12
16

17
20
21
22
23

24
25
26
28
30

31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO