...E um pouco por mim, numa tentativa (quem sabe vã) de aliviar o sufoco que sinto por te amar.

16
Dez 08

Não vou falar sobre o passado hoje, vou falar sobre o presente.

 

Já quis apagar o teu endereço do msn, mas depois não saberia se ainda usas o computador...

Já quis apagar-te do hi5, mas depois não iria conseguir passar sem ver ao menos as tuas fotos... e tu bem vês as vezes que te "visito", não vês?

E se realmente quisesses já me tinhas impedido de o fazer, quer num lado ou no outro.

 

Não consigo esquecer-te nem deixar de sentir isto, recuso-me a fazê-lo, já to disse e ao menos isso sei que leste. O impacto que criou em ti não sei, provavelmente não foi nenhum, mas isso não me importa.

Fazes parte de mim... ainda assim mantens-te afastado... se soubesses a quantidade de vezes que já me apeteceu pegar no carro e ir ao teu bar! Mas na hora "h" falta-me a coragem... e também, o que é que eu ia lá fazer? Pois...

 

Não sabes a sorte que tens em seres amado desta forma... espero que no dia em que voltes a amar, sejas amado de volta por essa pessoa. Senão sofrerás o que eu sofro... e isso eu espero que nunca te aconteça, pois só te desejo bem! Custa muito saber que serás feliz com outra pessoa, mas quem te ama como eu só pode deixar o egoísmo de parte e desejar que sejas feliz seja com quem for.

 

O telefonema prometido ainda se mantém... se não atenderes ficarei muito triste, mas não será por isso que não o faço. Apenas ficarei com uma última lágrima por ti na face, entre tantas outras que correm...

 

Subsiste a pergunta se (ainda) lerás alguma coisa  do que escrevo, pois tu não me queres deixar saber. Estás no teu direito... e fico feliz por saber que pelo menos em tempos já leste.

 

Despeço-me hoje de ti com um verso de uma música da Sara Tavares:

Se eu beber dessa luz que apaga
A noite em mim,
E se um dia eu disser
Que já não quero estar aqui,
Na incerteza de saber
O que fazer, o que querer,
Mesmo sem nunca pensar,
Que um dia o vá expressar...
Não há outro que conhece
Tudo o que acontece em mim...!

 

publicado por Porque te amo... às 14:25
sinto-me...: Nostálgica, pensativa
música: Perdidamente - Sara Tavares e Nuno Guerreiro

15
Dez 08

Mais um "episódio" nosso...

 

Só de pensar naquela viagem a Coimbra, dá-me vontade de rir!

Um amigo nosso ia fazer uma demonstração de dança na Scotch e, como era normal, o grupo todo foi acompanhá-lo para dar apoio... e fazer estrilho!

 

Toda a santíssima viagem tu cantaste, ou melhor, rappaste como era teu hábito. Eu, já cansada de te ouvir, pedia-te vezes sem conta para te calares mas tu adoravas picar-me... começavas-te a rir, davas-me um beijo e continuavas! Eu rendia-me ao teu sorriso e olhava à volta para confirmar que a carruagem continuava por nossa conta... e ria-me contigo!

 

A adrenalina subia a cada km que me afastava de casa, pois os meus pais nem sonhavam que a discoteca era em Coimbra! Se soubessem matavam-me!!! Mas nada disso importava porque estava a fazer tudo contigo!...

 

A Scotch ficava longe com'o caraças, mas todo o caminho fomos animados e de mão dada. Foi tão bom...

Chegados à desgraçada da discoteca, fomo-nos aproximando da pista e quando o nosso amigo entrou... toda a gente deve ter visto que lá estavamos!! Creeeedo... vocês não sabiam o que era passar despercebidos!

A noite foi avançando e tu bebendo... eu mantinha-me sóbria pelos dois. Ias e vinhas do bar, mas uma das vezes deixaste-me sozinha tempo demais... estranhei. E como seria de esperar, fui à tua procura! Estavas com a puta dos lacinhos e outra gaja... não tens emenda, fdx!!!

Acho que ainda discutimos nessa noite e eu devo ter chorado, mas penso que não chegaste a fazer nada com elas (pouca diferença fez, porque dias depois elas vieram a tua casa e tu encornaste-me). Viemos para casa, tu trouxeste-me à porta como era hábito (a pé) e a noite que tinha começado tão bem, acabou desta forma...

Uns dias depois já estava tudo bem, mas a dor ficava cá para sempre.

 

Esta foi só uma das muitas noites que curtimos juntos, umas melhores e outras piores, mas eu desde que estivesse contigo ao meu lado nada mais importava. Nada se sobrepunha ao nosso amor...

 

 

Que saudades, meu amor...

publicado por Porque te amo... às 14:28
sinto-me...: Com saudades
música: Love is all around

12
Dez 08

"Heavy on my heart"

 

I try to fly away but it's impossible
And every breath I take gives birth to deeper sighs
And for a moment I am weak
So it's hard for me to speak
Even though we're underneath the same blue sky

If I could paint a picture of this melody
It would be a violin without its strings
And the canvas in my mind
Sings the songs I left behind
Like pretty flowers and a sunset

[chorus:]
It's heavy on my heart
I can't make it alone
Heavy on my heart
I can't find my way home
Heavy on my heart
So come and free me
It's so heavy on my heart

I've had my share of pleasure
And I've tasted pain
I never thought that I would touch an angel's wings
There's a journey in my eyes
It's getting hard for me to hide
Like the ocean at the sunrise

[chorus:]
It's heavy on my heart
I can't make it alone
Heavy on my heart
I can't find my way home
Heavy on my heart
So come and free me
It's so heavy on my heart

Love, can you find me in the darkness, and love,
Don't let me down
There's a journey in my eyes
It's getting hard for my to hide
And I never thought I'd touch an angel's wings

Whooo...

[chorus till end:]
It's heavy on my heart
I can't make it alone
Heavy on my heart
I can't find my way home
Heavy on my heart
So come and free me
It's so heavy on my heart

 


I wish you'd understand, my love, just how much I need to see you...

 

publicado por Porque te amo... às 14:05
sinto-me...: a sufocar...
música: I thought you would leave your heart with me

Dezembro 2008
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1
2
3
4
5
6

7
8
9
10
11
13

14
17
18
19
20

21
22
23
24
25
26
27

28
29
30
31


subscrever feeds
mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO