...E um pouco por mim, numa tentativa (quem sabe vã) de aliviar o sufoco que sinto por te amar.

09
Ago 09

"6 de Agosto de 1997

(...) Fui fazer o teste de gravidez ontem e o resultado foi o que eu esperava: positivo.

(...) ela disse que ia comigo fazer o aborto, uma vez que o ... se negou a isso. No meio disto, a pessoa que mais me devia apoiar (o meu namorado) é quem me desapoia mais e me ajuda menos... é estúpido, não é? (...)"


Estúpida fui eu por não conseguir compreender o porquê de não me apoiares, o porquê de teres fugido e apanhado tantas bebedeiras nesses dias seguintes, misturadas com não sei quantas ganzas...

Se soubesses o quanto dói hoje, o quanto gostava de voltar atrás 12 anos na minha vida. A tua ausência dói por demais, anjo... dói a cada minuto, a cada memória, a cada tristeza que a tua namorada me conta que lhe fizeste. Dói e vai doer sempre, eu sei que sim.

Volto a chorar pelo filho/a que ambos perdemos, ao qual eu cobardemente voltei as costas e não mais quis saber... sem sonhar até hoje o quanto te magoei ao fazê-lo.

Nunca se esquece um aborto, quer se tenha concordado com ele ou não. Simplesmente não se esquece. Faz hoje 12 anos que tudo aconteceu, 3 dias depois de saber que estava grávida...

E nestes dias ainda menos consigo esquecer... não, os anos não ajudaram a esquecer. Os anos ajudaram apenas a que me lembrasse cada vez mais da merda que fiz.

Dava tudo por um abraço agora, pelo teu abraço e nada mais.

Amo-te, até que a morte me separe definitivamente de ti... ou me traga de novo a ti.

Eternos beijos, meu amor... e desculpa, mais uma vez. Não perdoes, mas desculpa...

publicado por Porque te amo... às 12:05
música: Angel (Sarah McLachlan)
sinto-me...: Um nojo

Agosto 2009
Dom
Seg
Ter
Qua
Qui
Sex
Sab

1

2
3
4
5
6
7
8

9
10
11
12
13
14
15

16
17
18
19
20
21
22

23
24
25
26
27
28
29

30
31


mais sobre mim

ver perfil

seguir perfil

11 seguidores

pesquisar neste blog
 
Subscrever por e-mail

A subscrição é anónima e gera, no máximo, um e-mail por dia.

blogs SAPO